bfpug_new.jpg (7052 bytes)Brazilian Function Point Users Group
Como os Pontos de Função São Contados

A contagem de Pontos de Função é efetuada com base na especificação do sistema, complementada por informações dos usuários e analistas.

I. Componentes Considerados

São contados os seguintes componentes, conforme definidos na Análise de Pontos de Função:

Arquivos Lógicos Internos – Correspondem aos arquivos mantidos e utilizados pelo sistema sendo contado.

Arquivos de Interface Externa – Correspondem aos arquivos utilizados pelo sistema sendo contado, porém mantidos por outros sistemas.

Entradas Externas – Correspondem a transações cujo objetivo é a manutenção de arquivos ou a alteração do comportamento do sistema.

Consultas Externas – Correspondem a transações cujo objetivo é a apresentação de informações aos usuários, provenientes dos arquivos, sem a geração de dados derivados, atualização de arquivos ou a utilização de cálculos/fórmulas.

Saídas Externas – Correspondem a transações cujo objetivo é a apresentação de informações aos usuários, não necessariamente proveniente de arquivos, podendo ocorrer a geração de dados derivados, atualização de arquivos e a utilização de cálculos/fórmulas.

II. Etapas do Processo de Contagem

Identificação
Inicialmente os componentes são identificados, o que exige a aplicação de uma série de regras, específicas para cada um deles. Esta é a etapa mais difícil e que exige a maior prática do Analista de Pontos de Função – equivale, em dificuldade, à Modelagem de Dados.
 
Complexidade e Contribuição
Após a identificação, a cada um dos componentes é atribuída a complexidade baixa, média ou alta, conforme o número de campos no caso dos arquivos, ou o número de campos e referências a arquivos no caso das transações. Com base na complexidade e em tabelas específicas, a cada componente é atribuída uma quantidade de pontos de função, denominada contribuição do componente à contagem.
 
Pontos de Função Não Ajustados
A soma das contribuições de todos os componentes resulta na quantidade de pontos de função não ajustados.
 
Pontos de Função Ajustados
Os pontos de função ajustados, resultado final da contagem, são obtidos a partir da aplicação de 14 fatores, denominados Características Gerais dos Sistemas (CGS), os quais alteram a contagem anterior em –35% a +35% do valor inicial não ajustado.
 
III. Aplicação da Contagem
 
A contagem de pontos de função é realizada para medir o tamanho funcional de um sistema, independentemente de sua forma de implementação. Podem ser medidos:

Um projeto de sistema – neste caso, a contagem inclui tanto o sistema entregue ao final, quanto as modificações efetuadas ao longo do projeto e os programas destinados especificamente à implantação.

Uma alteração em sistema – neste caso, a contagem inclui os novos componentes incluídos, os alterados e, também, os removidos do sistema original.

Um sistema – esta contagem é efetuada exclusivamente sobre o sistema entregue aos usuários, medindo o tamanho do sistema propriamente dito.

A técnica utilizada na contagem é a mesma em cada caso; a diferença está no que é considerado em cada um.